Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Meu Deus, meu Deus, porque os abandonaste?

por Paula Antunes, em 07.10.05
Bush disse ser guiado por Deus

O ministro da Informação palestiniano, Nabil Chaath, declarou ontem que o presidente norte-americano lhe disse ter invadido o Afeganistão e o Iraque porque Deus lho ordenou. Numa entrevista à BBC, Chaath indicou que George W. Bush fez tal revelação durante um encontro, em 2003, com o então primeiro-ministro e actual presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, e ele próprio.


in JN 7/10/2005


Epá, que o homem é burro até mais não, eu já sabia. Mas que se acha uma Jeanne d'Arc dos nossos tempos... essa é novidade!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 21:34


5 comentários

De Scorpio_Angel a 10.10.2005 às 13:38

MSDohner: Obrigado :) . De resto é assim: Já n me lembro se foi no tonight show (ou qq outro do género) q ouvi: "Eu não culpo o G. Bush pelo estado do país. A culpa não é dele, é de quem votou nele. Vocês já sabiam que ele era lento e burro qd o escolheram para presidente." - & está tudo dito, right?

De MSDohner a 09.10.2005 às 16:59

É melhor começarmos a pensar em não desvalorizar o idiota. É que quando um "cavalheiro" investido de tal poder começa a ter tais alucinações e a clamar pelo carácter divino da sua beligerância...ai sim temos um psicopata que deveria estar na terapia de um qualquer Júlio de Matos...e não ao comando de uma super potência e seu exército. Parabéns pelo muito interessante blog.

De Assumida Mente a 08.10.2005 às 12:10

Olha e eu a pensar que era só a Alexandra Solnado que tinha conversas com Deus!

De Nina a 08.10.2005 às 10:19

É o seu desporto favorito: play god...

De Mallika a 08.10.2005 às 01:09

Loll Agora... o homem não ia assumir a responsbilidade do erro, assim foi Deus o responsável. Lol Vou experimentar essa desculpa.

Comentar post



My Way: "Two roads diverged in a wood, and I, I took the one less traveled by. And that has made all the difference"

Paula Antunes


Paula Antunes

"Não estamos a legislar para gentes remotas e estranhas. Estamos a ampliar as oportunidades de felicidade dos nossos vizinhos, dos nossos colegas de trabalho, dos nossos amigos e das nossas famílias e, ao mesmo tempo, estamos a construir um país mais decente. Porque uma sociedade decente é aquela que não humilha os seus membros"

Zapatero


Caleidoscópio LGBT


Pesquisar

Pesquisar no Blog