Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



YASUHIRO YOSHIURA

por Paula Antunes, em 30.08.11

 

Yasuhiro Yoshiura continua a ser, parece-me, subvalorizado em vários meios da cultura anime. Acredito que esta condição se modificará eventualmente, mas a verdade é que, por enquanto, continuamos a ter somente 3 obras suas para apreciar.

 

E como apreciar! A originidade das suas criações, numa época em que a anime se parece cada vez mais com hollywood na sua mecânica - o importante é ser rentável, pelo que mais vale adaptar mangá e fazer 10 séries iguais que arriscar numa inovadora - é um bálsamo de água fresca que apetece ver e rever.

 

Deixo-vos aqui a OVA, a ONA e a curta, por ordem cronológica, para quem aprecia o género:

 

 

Aquatic Language

Várias pessoas sentadas num café. Conversas independentes, mas paralelas e conectadas. Duas raparigas, dois homens, um leitor e um rapaz que acabou com sua namorada. empregada do café sorri e inicia um estranho diálogo com o rapaz. Os clientes começam a reparar em algo incomum.

 

 

 

 

 

Pale Cocoon

Mundo pós-apocalíptico. Ura (personagem principal) passa o tempo a tentar aprender o máximo possível sobre como era a humanidade antes. A necessidade de compreender torna-se obssessiva, conduzindo-o para um isolomento cada vez maior...

Esta é uma OVA que merecia continuação.



 (clicar na imagem, contém link para o anime)

 

 

 

Time of Eve

A história passa-se num futuro distante, onde existem andróides que são aparentemente idênticos aos humanos, mas que foram construidos para trabalham para estes.


Nesse mundo existe um café - que dá titulo à anime - onde há somente uma regra: não discriminar entre robôs e seres humanos. No seu interior os androides podem desligar os seus halos e modificar o seu comportamento, o que torna impossível distingui-los dos humanos.

 

Toda a dinâmica relacional entre androides e humanos, com influências inevitáveis de Astro Boy,  a (des?)construção das regras de Asimov, obrigando a um repensar do paradigma vigente no que respeita a direitos, estatutos e hierarquias, aliados a uma arte excelente fazem desta uma ONA a não perder. 

 

 

(clicar na imagem, contém link p/ filme: compilação dos 6ep. + extras)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 18:09



My Way: "Two roads diverged in a wood, and I, I took the one less traveled by. And that has made all the difference"

Paula Antunes


Paula Antunes

"Não estamos a legislar para gentes remotas e estranhas. Estamos a ampliar as oportunidades de felicidade dos nossos vizinhos, dos nossos colegas de trabalho, dos nossos amigos e das nossas famílias e, ao mesmo tempo, estamos a construir um país mais decente. Porque uma sociedade decente é aquela que não humilha os seus membros"

Zapatero


Caleidoscópio LGBT


Pesquisar

Pesquisar no Blog