Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Morreu Amy Winehouse

por Paula Antunes, em 23.07.11

 

 

A cantora no festival Rock in Rio, em Lisboa

A cantora britânica Amy Winehouse foi esta tarde encontrada morta no seu apartamento em Londres.

A polícia foi chamada ao local por volta das 16 horas pelos serviços médicos de Londres, que se encontravam no apartamento da cantora em Camden, no norte da capital britânica.

As causas da morte de Amy Winehouse, de 27 anos, ainda estão a ser investigadas pelas autoridades.

Os representantes de Amy Winehouse tinham cancelado todos os concertos da sua digressão europeia, incluindo uma actuação no Festival Sudoeste em Agosto, alegando “problemas de saúde”.

Várias vezes, a cantora que em 2006 chegou aos tops internacionais com o premiado álbum “Back to Black” esteve internada em clínicas de reabilitação e desiludiu os fãs por causa de más prestações em palco devido a excesso de álcool e problemas associados a drogas.

O cancelamento da digressão foi decidido depois de um concerto, em Junho, em Belgrado, onde deixou cair várias vezes o microfone em palco e onde acabaria por desaparecer do palco, não se lembrando das letras das suas músicas.

A projecção que Amy Winehouse ganhou quando lançou o seu primeiro álbum, “Frank”, de 2003, e os elogios que recebeu da crítica – que a comparou às vozes de Sarah Vaughan ou Macy Gray – viria a revelar-se um círculo de decadência a partir de 2006.

Desde “Back to Black”, colaborou apenas com alguns artistas e o álbum que começou a ser produzido em 2008 não chegou sequer a ficar concluído.

A última vez que Amy Winehouse apareceu em público foi na quarta-feira, no Roundhouse, em Londres, onde apareceu em palco ao lado de Dionne Bromfield.

 

Fonte 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 19:41



My Way: "Two roads diverged in a wood, and I, I took the one less traveled by. And that has made all the difference"

Paula Antunes


Paula Antunes

"Não estamos a legislar para gentes remotas e estranhas. Estamos a ampliar as oportunidades de felicidade dos nossos vizinhos, dos nossos colegas de trabalho, dos nossos amigos e das nossas famílias e, ao mesmo tempo, estamos a construir um país mais decente. Porque uma sociedade decente é aquela que não humilha os seus membros"

Zapatero


Caleidoscópio LGBT


Pesquisar

Pesquisar no Blog